Notícias

Educadores/as do Sind-UTE Subsede Uberlândia ocupam unidade do Ipsemg e denunciam o descaso do Governo de Minas

“Governo não cuida, a gente cuida e denuncia o descaso”, disse o professor Gilbert Martins, de Uberlândia, na tarde desta sexta-feira (16/3/18),   quando os profissionais da educação de daquela cidade, sob coordenação do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação  (Sind-UTE/MG) fizeram -  dentro atividades previstas para o fortalecimento da greve deflagrada no último dia 8 de março -  uma ocupação simbólica do prédio do Ipsemg.

“Estamos aqui limpando o local, fazendo a capina e ao mesmo tempo denunciando o descaso deste governo para com a educação e a saúde”.  Enquanto faziam a capina do local, um grupo de educadores/as também falaram da falta de atendimento  e da suspensão dos serviços prestados na região pelos hospitais credenciados.

Ouça o professor Gilbert Martins


"Veja só a situação de abandono a que estamos registrando aqui", disse o professor, Ronaldo Amélio Ferreira, diretor estadual do Sind-UTE/MG. Ele afirmou que aproveitam o momento para dialogar com as pessoas sobre a greve da educação e a importância do governo cumprir os acordos assinados e pagar o que deve à educação.

“Nós temos clareza de que é preciso esse governo valorizar tanto a educação quanto a saúde, pois ambas andam juntas. Vamos ocupar também outro espaço que nos pertence que é a Superintendência Regional de Ensino. A greve em nossa região está numa crescente e se fortalecer cada vez mais.”

Ouça o diretor do Sind-UTE/MG, Ronaldo Ferreira

 

Veja o registro da ocupação do Ipsemg